Quinta-feira, 23 de Maio, 2024

Banco Mundial prevê que crescimento mundial abrande para 2,2% até 2030

O crescimento de longo prazo da economia mundial deve ser em média de 2,2% até 2030, o que fará desta a década de mais fraco crescimento desde o início do século, segundo um relatório do Banco Mundial (BM).

O declínio do crescimento deve afetar tanto os países mais avançados como os países em desenvolvimento e emergentes, a começar pela China, indica o relatório divulgado hoje pelo BM.

“A China desempenhou durante muito tempo um papel de tração no crescimento mundial, mas isso está a mudar, dado que o seu crescimento está a desacelerar pouco a pouco. A questão agora é saber quem vai substituir a China e pensamos que não deverá ser apenas um país, mas um grupo de países”, considerou o economista-chefe da instituição, Indermit Gill, em declarações numa conferência de imprensa telefónica.

Entre as causas do abrandamento no crescimento potencial mundial, o BM identifica os efeitos da pandemia de covid-19, nomeadamente o seu impacto na educação de crianças e adolescentes e o efeito a longo prazo que isso terá na economia, bem como a guerra na Ucrânia e as perturbações comerciais que envolve.

O BM sublinha ainda que o impacto no crescimento do atraso em termos de educação provocado pela pandemia “vai muito além do horizonte traçado por este relatório”.

Ainda assim, a instituição estima que o crescimento potencial global pode ser melhorado em 0,7 pontos percentuais em média se todos os países fizerem uma série de reformas nesse sentido.

Lusa

×
×

Cart