Domingo, 26 de Maio, 2024

Autoridades detêm dez pessoas que tentaram furtar navio com documentos falsos

As autoridades anunciaram hoje a detenção de dez pessoas, entre as quais dois angolanos e sete estrangeiros, que tentaram furtar um petroleiro da Sonangol usando falsos documentos de compra.

Em causa, segundo o Serviço de Investigação Criminal (SIC), está a “tentativa de subtração fraudulenta de um navio petroleiro denominado “Ngol Dande”, pertença da Sonangol Shipping, com documentos falsos de compra da embarcação”.

Os envolvidos, dez cidadãos com idades compreendidas entre os 29 e os 38 anos, entre os quais sete nigerianos, um serra-leonês e dois angolanos, incluindo um capitão de navio, marinheiros e dois agentes de navegação, são acusados dos crimes de associação criminosa, furto e uso de documentos falsos.

O SIC anunciou também a detenção de um cidadão chinês, acusado de ter quebrado o selo fiscal do contentor sem a presença das autoridades aduaneiras.

Lusa

×
×

Cart