Sexta-feira, 22 de Setembro, 2023

Biden promulga lei que suspende teto da dívida dos Estados Unidos

O Presidente dos Estados Unidos da América, Joe Biden, promulgou a lei que permite suspender o teto da dívida do país até 2025, afastando o risco de incumprimento, anunciou a Casa Branca.

O texto, que resultou de um acordo entre republicanos e democratas, foi aprovado esta semana no Congresso e permite suspender até janeiro de 2025 o limite máximo do endividamento público dos Estados Unidos, além de fixar alguns objetivos orçamentais.

Biden agradeceu aos responsáveis parlamentares, incluindo o líder dos republicanos na Câmara dos Representantes, Kevin McCarthy, a sua colaboração neste dossiê, segundo o comunicado divulgado pela Casa Branca.

Se o acordo não fosse aprovado, o país corria o risco de entrar em incumprimento a partir de 05 de junho.

“Nada teria sido mais irresponsável, nada teria sido mais catastrófico”, disse o Presidente norte-americano, num discurso feito a partir da Sala Oval, na sexta-feira, antes de assinar o texto.

A aprovação nas câmaras do Congresso (Câmara dos Representantes e Senado) foi crucial para que o país não entrasse em incumprimento da dívida, depois de o limite máximo de dinheiro que os Estados Unidos podem pedir emprestado para cumprir compromissos, ter sido atingido em janeiro passado.

Lusa

Subscreva-te a nossa newsletter e receba as notícias na sua caixa de correio.

Siga-nos nas nossas redes sociais.

×
×

Cart