Quinta-feira, 23 de Maio, 2024

Os irmãos Gupta procurados pela justiça sul-africana pedem asilo nos Camarões e RCA

Os irmãos Gupta, Atul e Rajesh Gupta, procurados pela justiça sul-africana por lavagem de dinheiro e fraude pediram asilo em dois países do continente africana, informou a Bloomberg que cita o jornal ‘Africa Intelligence‘.

Segunda ainda a mesma, os irmãos Gupta pediram asilo nos Camarões e na República Centro Africana (RCA). “Os seus processos percorrem a tramitação legal”, avançou.

Os irmãos Gupta de origem indiana, encontram-se detidos desde junho do ano passado em Dubai à espera de extradição para África do Sul.

Os irmãos são acusados de desviaram mais de 30 mil milhões de euros dos cofres de empresas públicas sul-africanas.

Uma comissão ‘ad hoc’ criada para investigar os crimes de corrupção na África do Sul durante o período de 2009-2018, concluiu após 4 anos de investigação que ex-presidente da África do Sul, Jacob Zuma, era  “um ator central” no esquema concebido pelos irmãos para sacar dinheiro dos cofres públicos.

O relatório divulgado em 2022, descreve Jacob Zuma como uma “marioneta” dos irmãos Gupta.

“Desde o início do seu primeiro mandato, o presidente Zuma estava pronto para fazer o que os Guptas quisessem”, indica o relatório entregue ao presidente Ramaphosa.

Cerca de 1.500 pessoas estão implicadas neste esquema de corrupção.

Jacob Zuma rejeita as acusações e classifica o relatório como uma “coleção de calúnias e conjeturas” que considera “ilegal” e “irracional”.

×
×

Cart