Seleção angolana sub-17 afastada da qualificação para CAN2023 por adulteração de idades

A seleção angolana sub-17 de futebol foi hoje afastada do torneio de qualificação para a Taça das Nações Africanas (CAN2023), devido à adulteração de idades.

O afastamento foi confirmado pelo chefe da delegação angolana, António da Luz, que disse que a adulteração da idade de um jogador foi detetada no teste de ressonância magnética, para despiste de falsificação de idade, o que viola o regulamento da competição

Este regulamento determina, que, em caso de incumprimento, a equipa infratora deve, imediatamente, ser afastada do torneio.



A Federação Angolana de Futebol, por via do seu vice-presidente, José Carlos Miguel, reagiu, considerando tratar-se de “um ato vergonhoso” para o futebol angolano.

Com o afastamento, Angola fica sem possibilidade de disputar a CAN2023, que vai acontecer na Argélia, após ter conquistado o campeonato africano, em 2018, no Botswana, e em 2021, no Lesoto.

No torneio de qualificação, a realizar-se na cidade de Lilongwe, no Malawi, a seleção angolana defrontaria hoje a África do Sul, e, seis dias depois, a congénere da Mauritânia.



Lusa

Para todo o tipo de comunicação, utilizar os seguintes contactos:

Designed by nzaylakasesa,lda.

×
×

Cart