Quarta-feira, 29 de Maio, 2024

PR autoriza verba de 196 milhões para primeira fase do projeto PROÁGUA

A primeira fase da implementação do projeto PROÁGUA — Plano Luanda 2022, que visa melhorar a rede de distribuição de água, conta com um financiamento de 196 milhões de euros, já autorizado pelo Presidente angolano, João Lourenço.

Em despacho presidencial n.º54/23 de 22 de março, João Lourenço autoriza a celebração do acordo de financiamento entre a República de Angola, representada pelo Ministério das Finanças e a instituição financeira inglesa Hong Kong and Shanghai Banking Corporation no referido montante.

O acordo de financiamento, diz o despacho a que Lusa teve hoje acesso, conta com a cobertura da Agência Francesa de Crédito à Exportação (BPI France), para o financiamento de 85% do valor do contrato comercial e 100% do prémio de seguro da BPI para a materialização do projeto.

O diploma presidencial autoriza também a celebração do acordo de financiamento entre as referidas instituições no valor global de 32,2 milhões de euros para o financiamento do “down payment” do referido contrato comercial e 100% da taxa de mitigação do risco.

O projeto PROÁGUA, criado pelo Governo angolano, visa reforçar a capacidade operacional da EPAL-EP (Empresa Pública de Águas de Luanda) com o objetivo de aumentar a produção dos sistemas existentes, melhorar a rede de distribuição de água e funcionamento otimizado com redução de perdas de redes associadas.

Lusa

×
×

Cart