Quinta-feira, 23 de Maio, 2024

Rússia anuncia envio de armas nucleares táticas para a Bielorrússia

A Rússia vai colocar armas nucleares táticas no território da Bielorrússia, país aliado e que tem servido de porta de entrada para a invasão da Ucrânia, anunciou hoje o chefe de Estado russo.

“Não há nada incomum nisso: os Estados Unidos fazem isso há décadas. Eles têm uma longa história de colocação das suas armas nucleares táticas no território dos seus aliados”, disse o Presidente russo, Vladimir Putin, durante uma entrevista transmitida pela televisão russa.

“Já ajudamos os nossos aliados bielorrussos. Já equipamos os seus aviões (…) sem violar os nossos compromissos internacionais de não proliferação de armas nucleares. Dez aviões estão prontos para utilizar esse tipo de armamento”, acrescentou Putin.

“A partir de 03 de abril, começamos a treinar as tripulações. E em 01 de julho, concluiremos a construção de um depósito especial para armas nucleares táticas no território da Bielorrússia”, disse o líder russo.

Para Putin, esta decisão foi motivada pelo desejo de Londres de enviar munições de urânio empobrecido para a Ucrânia, como foi recentemente anunciado por uma fonte oficial britânica.

O Presidente russo ameaçou também usar este tipo de munições se Kiev as vier a receber.

“A Rússia, é claro, tem de responder. Temos, sem exagero, centenas de milhares dessas bombas. Mas não as estamos a usar, neste momento”, concluiu Putin.

Lusa

×
×

Cart