Quinta-feira, 23 de Maio, 2024

Trump alerta para cenário de “morte e destruição” se for acusado judicialmente

O ex-Presidente dos Estados Unidos Donald Trump avisou hoje para um possível cenário de “morte e destruição” no país caso a procuradoria de Nova Iorque o acusar de subornar a antiga atriz pornográfica Stormy Daniels.

Trump publicou uma mensagem na sua própria rede social, a Truth Social, em que afirmou que o procurador distrital de Manhattan, Alvin Bragg, o está a acusar sem factos para suportar o processo, alertando que este caso pode desencadear no país um potencial cenário de “violência catastrófica”.

Na semana passada, e no âmbito deste caso, Trump já tinha avisado sobre a sua iminente detenção e tinha pedido aos seus apoiantes para se manifestarem publicamente nas ruas de Nova Iorque.

Trump está a ser acusado de pagar pelo silêncio da ex-atriz pornográfica Stormy Daniels sobre o envolvimento sexual entre os dois.

Segundo o ex-chefe de Estado norte-americano, a detenção iria ocorrer na terça-feira, algo que acabou por não acontecer.

“Que tipo de pessoa pode acusar outra, neste caso um ex-Presidente dos Estados Unidos (…) de um crime, quando todos sabem que nenhum crime foi cometido, e quando também sabem da potencial morte e destruição que esta acusação falsa pode provocar, sendo catastrófica para o nosso país?”, escreveu Trump na mensagem, referindo-se implicitamente ao procurador Bragg, a quem chamou de “psicopata degenerado que realmente odeia a América”.

O escândalo sobre o alegado suborno de 130.000 dólares (cerca de 120.000 euros) à ex-atriz pornográfica Stormy Daniels – intermediado pelo ex-advogado de Trump, Michael Cohen – pode levar a uma acusação passível de sentença de pena de prisão, o que, nesse cenário, faria de Trump o primeiro ex-Presidente dos Estados Unidos a enfrentar acusações incriminatórias, que destruiriam as suas aspirações de regressar à Casa Branca.

Lusa

×
×

Cart