Terça-feira, 18 de Junho, 2024

Cuanza Norte com quatro novos casos suspeitos

Quatro cidadãos que se submeteram aos testes rápidos aleatórios, na sexta-feira, no município do Golungo Alto, província do Cuanza Norte, resultaram em IGM (vírus no organismo).

Essa informação foi avançada à Angop, pela directora do Gabinete Provincial da Saúde, Maria Filomena Wilson, adiantando tratar-se apenas de casos suspeitos e que já se encontram isolados, enquanto se aguardam pelos resultados das amostras enviadas a Luanda para confirmação.

A responsável não adiantou se os cidadãos em causa são ou não contactos de alguém que testou positivo a doença. Os mesmos apresentam quadro clínico assintomático e estável.

Acrescentou que outros 10 cidadãos considerados contactos directos desses casos suspeitos foram também isolados em quarentena institucional, num dos centros de acolhimento de pessoas suspeitas de estarem infectados com o novo Coronavírus.

Conforme a responsável, a província mantém, até ao momento, o registo de 17 casos confirmados da Covid-19, com igual número de pacientes recuperados.

Sublinhou que os 17 pacientes, 11 dos quais tratados no hospital de campanha do morro do Binda (arredores de Ndalatando) e seis em várias unidades sanitárias de Luanda foram curados da Covid-19 e retornaram para suas casas.

Até sexta-feira, a província controlava 861 cidadãos em quarentena domiciliar e 41 em institucional, em vários municípios.

Destes, 38 cidadãos foram liberados. A mesma sorte tiveram os 861 cidadãos que se encontravam em isolamento domiciliar.

Ndalatando é a segunda cidade do país, depois de Luanda, com o maior número de casos da doença.

Cazengo e Luanda estão submetidas a nova cerca sanitária, que vigora desde o passado dia 9 de Julho.

×
×

Cart