Segunda-feira, 15 de Abril, 2024

Ministro do Interior encoraja efectivo do sector

O ministro do Interior, Eugénio Laborinho, disse que nos últimos três anos 129 polícias foram vítimas de disparos de armas de fogo praticados por meliantes, resultando em 37 mortes e 92 feridos.

Falando na solenidade que marcou o 41 aniversário do Ministério do Interior, que hoje se assinala, o governante revelou este dado para lembrar que “os efectivos do Ministério do Interior sempre consentiram muitos sacrifícios em prol do interesse da nação e das necessidades colectivas”.

Entretanto, Eugénio Laborinho encorajou o efectivo do sector a executar com empenho, comprometimento e espírito de missão as tarefas superiormente orientadas.

Segundo ele, a efeméride deveria ser comemorada com alegria e festejos, frisando tal não ser possível devido à Covid-19, que já provocou nove mortes no país.

“Devido a esta pandemia fomos orientados, mais uma vez, por Sua Excelência Presidente da República e Comandante em Chefe das FAA, a estar na linha da frente das acções de asseguramento e contenção da propagação do coronavírus”, sublinhou.

O ministro lembrou que as forças vão continuar as suas acções táctico-operacionais focadas no cumprimento das medidas do Decreto Presidencial sobre a situação de Calamidade e no combate à criminalidade em todo o país.


 

×
×

Cart