Sábado, 22 de Junho, 2024

Marginais matam agente da PN em Luanda

Um agente da Polícia Nacional (PN), destacado na 47ª Esquadra em Viana, foi assassinado na última terça-feira (9), elevando para 38 o total de polícias mortos, em todo o país, nos últimos três anos.

Conforme uma nota da corporação, trata-se do 1° Subchefe Manuel Miguel Bernardo, 44 anos de idade, assassinado, por marginais desconhecidos, que efectuaram disparos a queima roupa contra si.

Segundo a nota, o crime ocorreu por volta das 20 horas, no território da 48ª esquadra, quando o agente era transportado numa moto-táxi, a caminho de casa.

O mesmo foi abordado por dois indivíduos, não identificados, trajados a civil, que seguiam numa outra mota, munidos de uma arma de fogo do tipo AKM, cano cortado.

A nota explica ter sido com essa arma que a vítima foi alvejada no membro inferior esquerdo, antes de falecer, no Hospital Geral de Luanda, onde foi socorrida de imediato.

Com essa ocorrência, a corporação totaliza 129 casos de efectivos  vítimas de acções dos marginais, que causaram 38 mortos e 92 feridos.

Dados de um relatório da Direcção de Estudos e Planeamento da Corporação, de 20 de Abril último, referem que a província de Luanda liderou as estatísticas de casos.

O relatório indica que foram registados, na capital do país, 26 casos de mortes de efectivos, por acção de marginais.

×
×

Cart