Quinta-feira, 22 de Fevereiro, 2024

ONG denuncia alegada falta de transparência na adjudicação de concursos pelo Ministério da Saúde em Moçambique

A organização não-governamental Centro de Integridade Pública denunciou hoje más práticas na contratação de serviços pelo Ministério da Saúde em Moçambique, considerando que há empresários que estão a beneficiar da alegada ineficiência em concursos adjudicados pela entidade.

“Da análise feita aos concursos adjudicados pelo Ministério da Saúde para fornecimento de medicamentos e artigos médicos e para obras entre os anos 2014 e 2019, depreende-se que, muitos destes ocorreram em meio a ineficiência, falta de transparência e integridade”, lê-se numa nota da organização distribuído hoje à imprensa.

Segundo CIP, que analisou aos concursos adjudicados pelo Ministério da Saúde neste período, os constantes “ajustes diretos” e alegados critérios de avaliação não transparentes têm favorecido a um grupo de empresas, em prejuízo do Estado.

×
×

Cart