Terça-feira, 23 de Abril, 2024

Chuva destrói 29 mil hectares de plantação agrícola na Huíla

Quarenta porcento dos 29 mil e 375 hectares de plantação agrícola do município dos Gambos, a 153 quilómetros a sul do Lubango, ficou inundado pelas chuvas dos meses de Março e Abril deste ano.

O facto foi avançado à Angop naquele município pelo director do gabinete municipal da agricultura e pescas, João Heleico, que fez saber que a previsão era colher 14 mil e 327 toneladas de produtos diversos, mas somente cerca de dez mil devem ser aproveitados.

Realçou que entre as várias culturas ficaram afectadas pelo excesso de chuvas os tubérculos e hortícolas.

Para a presente campanha agrícola foram preparados 29 mil e 375 hectares, cultivados por 18 mil e 300 famílias integradas em 24 associações de camponeses.

João Hiluoco frisou que o município tem sido muito afectado pela seca e que a solução para uma agricultura sustentável passa pela retenção das águas do rio Caculuvare.

“Há já estudos feitos para aproveitamento do rio Caculuvare e ourtos cursos secos para melhorar a prática agrícola”, frisou João Hiluoco.

Potencialmente pecuário, os Gambos cultivou, em 2019, 65 mil hectares para a produção, numa campanha em que estiveram envolvidas 48 mil famílias camponesas, mas que colheu somente perto de oito mil toneladas de produtos de um total de 20 mil previstas

×
×

Cart