Quarta-feira, 29 de Maio, 2024

Companhia aérea portuguesa euroAtlantic transporta ajuda do Brasil para Angola

Um voo da companhia aérea portuguesa euroAtlantic chega hoje a Luanda transportando uma carga de material sanitário, que inclui testes à covid-19, uma ajuda do Brasil para Angola, anunciou a empresa em comunicado.

“Uma aeronave da companhia portuguesa euroAtlantic airways (EAA) posicionada no Brasil descolou esta terça-feira (21) do Aeroporto Internacional de São Paulo para Angola, Aeroporto Internacional 4 de Fevereiro (LAD), em Luanda, transportando carga sanitária, que na atual crise do novo coronavírus, vai suprimir necessidades naquele Estado da Comunidade dos Países de Língua Portuguesa (CPLP)”, refere a empresa no comunicado divulgado na noite de terça-feira.

O voo estava previsto chegar ao Aeroporto de Luanda (LAD), na manhã de hoje, com “uma carga, que inclui testes médicos ao covid-19”, explicou a transportadora aérea.

A euroAtlantic airways, além de uma forte relação histórica com o Brasil, também mantém relações comerciais de proximidade com a indústria aeronáutica angolana, refere.

A companhia portuguesa já tinha operado, a partir de Luanda, no último fim de semana, um voo de repatriamento de cidadãos brasileiros que trabalhavam em Angola.

No comunicado, a companhia aérea adianta que tem vindo a incorporar nos seus quadros “técnicos brasileiros, tendo intenção de utilizar estes profissionais (…) para estender a atividade ao Atlântico Sul”.

O objetivo é vir a “fornecer capacidade adicional a companhias aéreas, como também apoiar o Ministério do Turismo e a EMBRATUR em mais chegadas nacionais e internacionais aos destinos turísticos brasileiros”, especifica.

A nível global, segundo um balanço da AFP, a pandemia de covid-19 já provocou mais de 174 mil mortos e infetou mais de 2,5 milhões de pessoas em 193 países e territórios.

Mais de 567 mil doentes foram considerados curados.

A doença é transmitida por um novo coronavírus detetado no final de dezembro, em Wuhan, uma cidade do centro da China.

Segundo o boletim do Centro de Controlo e Prevenção de Doenças da União Africana (África CDC) de terça-feira o número de mortes registadas em África tinha subido de 1.119 para 1.158, enquanto as infeções aumentaram de 22.275 para 23.505.

Angola somava, de acordo com a mesma fonte, 24 casos de covid-19 e duas mortes.

×
×

Cart